André Baleiro (PT)

Barítono


André Baleiro é vencedor do concurso Emmerich Smola “SWR Junge Opernstars” 2019 da estação televisiva alemã SWR (Südwestrundfunk), do 17º Concurso Internacional R. Schumann, em Zwickau, do 9º Concurso de Canto Lírico da Fundação Rotária Portuguesa em Lisboa, bem como do “Prémio Cultural Theodor Heuss 2017” em Schwetzingen, e do Prémio ‘Most Promising Talent’ do prestigiado Concurso Internacional DAS LIED, em Heidelberg. 
No palco operático tem-se destacado pelas interpretações de TARQUINIUS em The rape of Lucrecia de B. Britten no Teatro Nacional São Carlos, FIGARO em Il barbiere di siviglia de G. Rossini com a Kammeroper München em Munique, e DON PARMENIONE em L’occasione fa il ladro de G. Rossini no Teatro Pérez Galdós em Las Palmas.
Do seu vasto repertório de concerto são de salientar as oratórias de C. Monteverdi, J. S. Bach, G. F. Händel, W. A. Mozart e A. Dvorak, a Cantata “Dona nobis pacem” de R. Vaughan Williams, os Requiem de G. Fauré, M. Duruflé e J. Brahms, L’enfance du Christ de H. Berlioz, Don Quichotte à Dulcinée de M. Ravel e os Gurrelieder de A. Schönberg.
Tem colaborado com os maestros Michel Corboz, Steffan Blunier, Frédéric Chaslin, Greahme Jenkins, Martin André, Andreas Spering, Joana Carneiro e Nabil Shehata.
Apresenta-se regularmente em recital na Alemanha e em Portugal com diversos pianistas, sendo de destacar as colaborações de longa data com o maestro João Paulo Santos e com o pianista David Santos. A música vocal moderna e contemporânea tem sido desde sempre um dos seus focos de interesse, e recentemente tem cooperado com os pianistas Axel Bauni e Jan Philip Schulze na estreia de várias obras para canto e piano de conceituados compositores como Luca Lombardi, Michael Pelzel e Steffen Schleiermacher.
O barítono português iniciou a sua formação musical aos 10 anos de idade no Instituto Gregoriano de Lisboa e a sua formação vocal aos 15 com Elsa Cortez. É licenciado em Direcção Coral e Formação Musical pela Escola Superior de Música de Lisboa. Como bolseiro da Fundação Hamel em Hannover e da Fundação Gulbenkian em Lisboa estudou Canto na Universidade das Artes em Berlim com o Kammersänger Siegfried Lorenz, e aprofundou o seu conhecimento e interpretação do repertório de Lied com Eric Schneider. Para além disso, tem frequentado masterclasses com cantores consagrados como Tom Krause, Ian Bostridge, Lorenzo Regazzo e José van Dam. Atualmente prossegue o seu aperfeiçoamento técnico e artístico com a professora Snezena Stamenkovic em Mannheim.