logo%2520cantabile%2520festival_edited_e

Apresentado pela primeira vez em 2010 com a direção artística de Diemut Poppen e sob a iniciativa do Goethe Institute, o Festival Cantabile realiza-se desde então, todos os anos durante o mês de setembro na cidade de Lisboa, e é um dos mais importante festivais de música de câmara do país.

O Festival Cantabile, "a arte da música de câmara", oferece uma variedade de repertórios clássicos e modernos ao povo português, em especial aos habitantes da região de Lisboa, ligando épocas e cruzando obras dos mestres do passado com compositores contemporâneos como Rihm, Ligeti, Kurtag, Kancheli ou os portugueses Antonio Pinho Vargas e Luís Tinoco.

A vinda a Portugal de artistas de renome internacional tais como: Diemut Poppen, Alexander Lonquich, H.Schuch, Gerhild  Romberger, Reinhold Friedrich,  Alexander Chaushian, Pavel Gomziakov, Paolo Giacometti, Isabelle Faust ou Christel Lee,a participação dos melhores solistas portugueses como por exemplo, Maria João Pires ou Paulo Gaio Lima, a colaboração com grandes instituições e orquestras nacionais como a Orquestra Gulbenkian ou a Orquestra Sinfónica Portuguesa, demonstram o reconhecimento da qualidade e do interesse do Festival Cantabile pelas instituições e é confirmado pelas cerca de 14000 pessoas que já assistiram aos seus concertos. 

Com apresentações em espaços como a Fundação Calouste Gulbenkian, o Teatro Nacional de São Carlos, o Centro Cultural de Belém, os Palácios Nacionais de Sintra, Queluz e Mafra, ou a utilização de locais não convencionais como as Ruínas do Carmo, a Academia de Ciências de Lisboa ou o Museu do Dinheiro a qualidade, dinâmica e  espirito deste Festival já proporcionou mais de 50 concertos em Portugal em 15 palcos diferentes e tem conquistado cada vez mais a adesão de novas instituições.

Com uma clara e crescente preocupação de carácter social, o Festival Cantabile procura colaborar com projetos pedagógicos de inclusão social através da música completando, desta forma, a sua essência e esforço. Como exemplo, em 2017, através do Goethe Institute e  da Embaixada Alemã em Lisboa, podemos oferecer à Orquestra Geração  37 instrumentos de música.